panelas

Tipos de panelas: vantagens e desvantagens

17:35






Panela de barro
Foi uma das primeiras panelas a ser utilizada devido à facilidade de se obter o barro. São ideais para cocções lentas e mantém o alimento aquecido por mais tempo. Requer muito cuidado ao ser usada, uma panela de barro de má qualidade pode liberar metais na comida durante o cozimento, como: chumbo; cádmio e níquel. Por isso, no Brasil foi proibida e substituída pela panela de ferro.
Pedra de sabão
Produzidas sobretudo em Minas Gerais, distribui o calor por igual é ideal para cocções lentas. É uma das mais resistentes de todas, sendo proveniente de um mineral retirado da natureza e que contém minerais como o cálcio; magnésio e ferro benéficos à saúde. Por ser porosa, requer cuidado no manuseio, a cada uso é necessário prepará-la antecipadamente: espalhe azeite de oliva na parte interna e externa, acrescente água e leve ao forno por duas horas a 180[i1] C.
Cobre
É um ótimo condutor de calor, esquentando o alimento por igual. São proibidas no Brasil por conter substâncias que interferem na cor e no sabor do insumo. A panela de cobre reage com alguns produtos ácidos formando um elemento tóxico chamado “zinabre”, alem disso, contribui para o envelhecimento precoce.
Cerâmica / porcelana
De alta resistência choques térmicos, não contamina o alimento. Devida a sua fragilidade, exige cuidado, quando apresentar rachaduras deve ser descartada.
Ferro
Pesadas, não deformam com o calor e conservam melhor o alimento durante o preparo. Contudo, devem ser bem lavadas, secas e passar azeite antes de guardar, a higienização tem que ser realizada imediatamente após o uso, esse procedimento evita que enferruje.
Alumínio
Baratas, ideal para cozinhar carnes, mas não recomendado o preparo de comidas ácidas. Por ser de preço mais acessível, está presente na maioria dos lares brasileiros. O ideal seria não utilizá-la, o mau uso ou cuidado incorreto podem acarretar problemas de saúde. A raspagem com utensílios de madeira; alumínio; metal e inox, além da higienização com lã de aço, a parte áspera de esponjas e produtos químicos para dar brilho a panela liberam o ferro contido no produto. Ao utilizar, deve-se antes ferver o seu interior três vezes com água até que fique fosca. Esse método cria uma película chamada “óxido de alumínio” protegendo os insumos e não deixa as lascas provocada pela esponja penetrar na comida. Não use produtos abrasivos, somente detergentes comum para louça e utensílios de silicone para não liberar o ferro. A falta de cuidados também esta ligada ao aparecimento do “mal de Alzheimer”.
Panela esmaltada
Conhecidas pelas panelas coloridas, as camadas esmaltadas não liberam nenhum tipo de toxina. Mas, como toda panela requer cuidado, ao observar que partes do esmalte está se soltando há um perigo de contaminação.
Antiaderente
Conhecidas comercialmente como TEFLON e T-FAL, o polímero “politetrafluoretileno” dispensa o uso de óleos e demais gorduras, e é fácil de higienizar. A panela suporta a temperatura máxima de 240C, por isso não é indicada para frituras, onde a temperatura é muito elevada e pode ocorrer a liberação de substâncias cancerígenas como as “aminas heterocíclicas”. Para aumentar a sua durabilidade, opte por utensílios de silicone, não lavar com a parte áspera da esponja e nem com lã de aço. Quando a película antiaderente começar a se soltar deve ser descartada.
Vidro temperado
Super higiênica, não acumula resíduos de alimentos e não deixa odores. Porém, são frágeis e quebram com facilidade.
Inox / aço inoxidável
É a mais indicada como alimento seguro e é o ÚNICO material permitido pela ANVISA para o preparo de alimentos em estabelecimentos de alimentação comercial. São resistentes, demoram para esquentar mas quando esquenta, esquenta muito, não enferrujam e conservam o insumo por um tempo maior. Nos primeiros usos podem liberar níquel, devendo ser fervida com água de três a quatro vezes antes de começar o uso habitual, só deve usar utensílio de silicone.

***independentemente do tipo de panela, quando algum resíduo de alimento pregar no fundo, não raspe com utensílios de metal, aço, inox... encha a panela com água e leve ao fogo alto até desgrudar, se necessário esfregar o fundo com um talher de silicone.
***não utilize utensílios de plástico, não suportam altas temperaturas e podem liberar toxinas desagradáveis.

fonte:
bolsa mulher
uol
tudo extra
idec
revista viva saúde





 [i1]

You Might Also Like

0 comentários